Notícias UNETRI

Melhorias

UNETRI ESTÁ PASSANDO PELO PROCESSO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

Para o processo, foi composta uma comissão, formada por representantes da  comunidade externa e dos acadêmicos, funcionários e corpo docente da Unetri
 
A Unetri Faculdades, de Barracão, está passando pele processo de avaliação institucional.
O procedimento iniciou no dia 27 de outubro, e segue até o dia 7 de novembro.
A avaliação institucional é um processo de pesquisa e de comunicação, que visa proporcionar uma reflexão contínua e revisar permanentemente a atuação da Unetri, no alcance de sua missão e objetivos, buscando qualificação profissional.
Segundo a presidente da comissão de avaliação institucional, professora Elizandra Fiorin Soares, para o processo acontecer foi definida uma comissão própria para o procedimento.
A comissão está assim composta:
Representantes da comunidade externa, as diretoras do Colégio Dr. Mário (Barracão), professora Marlize; Colégio Leonor Castellano (Barracão), professora Maique; e do Colégio Theodureto (Dionísio Cerqueira), professora Márcia.
Representante dos acadêmicos, Josiane (Ciências Contábeis); dos funcionários, Monique e Regivani; e do corpo docente, a professora Elizandra, que preside a comissão.
“Essa comissão é formada pela Lei dos Sinais, instituída pelo MEC, e todas as instituições de ensino superior seguem essas orientações, pois uma das notas que compõem o Índice Geral de Curso (composição das notas institucionais), é atribuída perla comissão, através da avaliação institucional”, citou Elizandra.
A presidente da comissão destacou a importância da avaliação institucional, pois a comissão tem a incumbência de reunir dados, a partir de pesquisas feitas com professores, funcionários e acadêmicos.
“A partir desses dados pesquisados, são avaliados os cinco eixos propostos na Lei dos Sinais, que são compostos por 10 dimensões. Tem cinco eixos e 10 dimensões para serem avaliados”.
Conforme chegam os resultados da pesquisa, a comissão tem a incumbência de sugerir ações de melhorias na instituição”.
Elizandra explicou que a avaliação institucional está na fase de coleta de dados, com os professores, funcionários e acadêmicos respondendo os questionários.
“Na sequência, a comissão avaliará e fará a interpretação dos dados e das sugestões. Depois, em março de 2021, a comissão emitirá um relatório da avaliação, que será encaminhado ao MEC, além de propor, à direção da Unetri, sugestões para melhorias da instituição”, salientou Elizandra Fiorin Soares.
 
A diretora Márcia destacou que o objetivo de se realizar uma avaliação institucional, nada mais é do que "fotografar a instituição " em seus aspectos acadêmicos e organizacionais.
“Espera-se que com essa avaliação, a instituição saia fortalecida pela capacidade de analisar-se criticamente nos acertos e nas limitações que serão apontadas pelos agentes participativos e responsáveis por esse processo” salientou.
 
A diretora Maique salientou a importância da avaliação, por ser um processo permanente, no qual a comunidade acadêmica tem a oportunidade de reestruturar o processo educacional.
“Mas para isso, é preciso que os envolvidos levem a sério, se comprometam e respondam os questionários com atenção e tranquilidade, pois só assim serão introduzidas as mudanças necessárias para o crescimento e melhorias na instituição”, enfatizou.
 
A diretora Marlise salientou que a Unetri busca a qualidade de ensino e pesquisa, através de seu quadro de professores e funcionários; busca ampliação e qualidade nos espaços físicos adequados para o bem estar de todos os envolvidos na instituição; desenvolve, junto a todo corpo docente e discente, projetos para inserção entre  os cursos e o mercado de trabalho; busca parcerias que projete o acadêmico no mercado de trabalho, através de projetos de sustentabilidade.
“Essa avaliação institucional depende muito de você, acadêmico. Leia com calma as questões; observe os objetivos de cada pergunta; observe que cada eixo representa um segmento dentro da instituição. É sua responsabilidade ser justo, transparente e coerente nas questões, pois é você, nesta avaliação, que escreve a história desta faculdade”, destacou.
 
A funcionária Monique enfatizou que a avaliação institucional nada mais é que a voz da comunidade acadêmica, um momento de comunicação e explanação sobre o andamento e atuação da Instituição.
“É através deste processo que se geram dados para compreensão da satisfação, ou não, das atividades realizadas pela Unetri. Me sinto muito honrada em contribuir com este processo, sabendo da transparência e seriedade com que o levantamento de dados é feito”, afirmou.
 
A funcionária Regivani salientou que a avaliação institucional é uma importante ferramenta de melhoria nos processos da instituição.
A acadêmica considera que através dela o grupo entrevistado pode expor suas críticas e sugestões de forma totalmente sigilosa.
“Por isso é muito importante que todos os alunos, professores e funcionários respondam com sinceridade. A comissão própria de avaliação garante a neutralidade de todo o processo e está disponível para auxiliar e sanar qualquer dúvida”, ponderou.
 
A acadêmica Josiane, destacou que é com entusiasmo que integra da comissão da avaliação institucional da Unetri, piis a mesma vem como forma positiva buscar progresso para a instituição.
“A avaliação deixa aberto a todos que fazem parte dela, a oportunidade de dar esse feedback, respondendo o questionário aplicado, cada aluno avaliando a si mesmo e avaliando as disciplinas. Como representante de turma, auxilio também na divulgação entre os estudantes, motivando-os a contribuir com o processo de aperfeiçoamento da faculdade. Sendo assim chegaremos a ótimos resu

Compartilhe esta notícia:

Para uma melhor experiência em nosso site, por favor, aceite os nossos cookies de navegação.

Existem algumas opções que podem não funcionar sem a utilização dos cookies. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, visite a nossa Política de privacidade.