Notícias UNETRI

Aprendizado

COMO AS INSTITUIÇÕES PODEM PREPARAR OS ESTUDANTES PARA O MERCADO DE TRABALHO

Atividades práticas e de incentivo ao estágio podem desenvolver a empregabilidade dos alunos
 
Fonte: Universia / universia.com.br
Foto: Imagem ilustrativa (viagem de estudos de acadêmicos da Unetri)
 

Ao ingressarem no ensino superior, os estudantes têm como objetivo concluírem o curso estando empregados.
Dessa forma, é fundamental que a instituição cumpra o papel de prepará-los para o mercado de trabalho, respondendo às expectativas dos jovens talentos.
 A empregabilidade dos estudantes pode ser desenvolvida de diversas formas no ambiente acadêmico.
Algumas instituições contemplam, em sua estrutura curricular, orientação para elaboração de currículo, preparação para processos seletivos, assim como conteúdos relevantes exigidos em entrevistas de programas de estágio, trainee e emprego.
Além disso, competências fundamentais para a empregabilidade dos futuros profissionais podem ser estimuladas de diferentes maneiras.
Confira a seguir alguns exemplos:
 
1. Trabalho em equipe

Uma das principais habilidades solicitadas pelo mercado é o saber trabalhar em equipe.
A instituição deve orientar os professores a promoverem trabalhos em grupo para que os alunos aprendam a trabalhar como time, evitando desavenças, atrasos na entrega e falta de resultados.
A atividade pode incentivar o desenvolvimento da comunicação, flexibilidade e liderança.
 
2. Atividades extracurriculares
Ficar só na sala de aula não é uma boa ideia.
Promover atividades extracurriculares, especialmente visitas a empresas que contratam estagiários, é fundamental para que os alunos comecem a se adaptar ao ambiente profissional, evitando que comecem no primeiro emprego sem entender o funcionamento de uma organização.
 
3. Tarefas práticas

Durante as aulas, os professores podem criar tarefas práticas que estimulem habilidades em seus alunos.
Incentivar a tomada de decisões com perguntas durante a conversa e estipular limite de tempo em apresentações na classe representam situações comuns ao dia a dia das empresas.
 
4. Orientação profissional
As instituições também podem oferecer serviços de orientação profissional, com dicas para a escolha da carreira e convites a profissionais do mercado para conversarem com alunos sobre as diferentes áreas e rotinas da carreira, uma vez que as profissões oferecem diversas possibilidades de atuação.
 
5. Incentivo ao Estágio
As instituições podem promover feiras de emprego para facilitar o contato entre estudantes e empresas.
Outra iniciativa são os portais com vagas de estágio e emprego, que podem ser desenvolvidos em parcerias com empresas.
 
6. Gestão
Com foco na empregabilidade dos alunos, as instituições podem oferecer oportunidades práticas em seus cursos, como o laboratório de práticas em gestão, permitindo que os futuros profissionais tenham a oportunidade de realizar um atendimento orientado junto ao público externo, conciliando conhecimento teórico e prático e fomentando o empreendedorismo local.

Compartilhe esta notícia:

Para uma melhor experiência em nosso site, por favor, aceite os nossos cookies de navegação.

Existem algumas opções que podem não funcionar sem a utilização dos cookies. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, visite a nossa Política de privacidade.