Notícias UNETRI

Cultura

PROJETO FORMANDO JOVENS LEITORES APRESENTA TEATRO PARA ALUNOS DE DIONÍSIO CERQUEIRA

As peças A Bolsa Amarela e A Mulher Que Matou os Peixes foram apresentadas na manhã de 23 de novembro, no auditório da prefeitura
 
Fonte: Luiz Carlos Gnoatto
Fotos: Jornal da Fronteira e Portal Tri

A Escola de Educação Básica Governador Irineu Bornhausem, de Dionísio Cerqueira, juntamente com a Unetri Faculdade e a LPD Importação e Exportação, vem desenvolvendo, desde o ano passado, o projeto Formando Jovens Leitores.
Neste ano, a iniciativa tem como enfoque: “Desenvolvendo o Mundo do Trabalho”.
Recentemente, o projeto se apresentou na Unetri Faculdades, durante visita de acadêmicos e professores da Universidade Gastón Dachary – UGD (Argentina)
A aluna, Claudete de Almeida Zanardi, de 11 anos de idade, que frequenta o 6° ano 1 do colégio, apresentou o monólogo “A Mulher que Matou os Peixes”, de Clarice Lispector.
Agora, na manhã de sexta-feira passada, 23 de novembro, o projeto foi apresentado a alunos de Dionísio Cerqueira.
As apresentações aconteceram no Auditório Paulo Freire, na prefeitura do município, e envolveu alunos do turno matutino do Colégio Municipal Castro Alves.
Na oportunidade, foi apresentada a peça teatral, com base no livro “A Bolsa Amarela”, de Ligya Bojunga, e o monólogo “A Mulher Que Matou os Peixes”, de Clarice Lispector.
Segundo a acadêmica de Pedagogia da Unetri, Luana da Silva, que coordena as oficinas do projeto, a iniciativa é uma grande ferramenta para estimular a leitura e as atividades culturais, envolvendo os alunos em momentos diários de leitura e em oficinas mensais, ministradas por profissionais de diversos segmentos, trabalhando também aspectos do desenvolvimento da postura e da comunicação.
Luana agradeceu a diretora de Cultura de Dionísio Cerqueira, Solange, e a vice-prefeita, Bianca Maran Bertamoni, por ter aberto este espaço ao projeto Formando Jovens Leitores, para apresentar o trabalho desenvolvido nas oficinas do projeto.
 
O Projeto
O projeto Formando Jovens Leitores nasceu em 2017, na EEB Irineu Bornhausen, após a realização, pelo colégio, do Sarau Literário, com o objetivo de incentivar e fortalecer o hábito da leitura.
No ano passado, o projeto teve como foco: “Desenvolvendo um Mundo Melhor”.
A partir de 2017, o projeto ganhou o apoio e aporte financeiro da LPD Importação e Exportação e a coordenação pedagógica e aplicação das atividades pela Unetri Faculdades.
Ainda em 2017, além das oficinas e espaços de leitura, foi ampliada e reestruturada a biblioteca da escola, inclusive com o aumento do acervo de livros e com novos mobiliários, feitos com palets, pela equipe da LPD e da escola.
Neste ano a parceria com a LPD e com a Unetri continua, o acervo bibliográfico ganhou novos títulos, e as oficinas de teatro e dança tiveram enfoque no comportamento no mundo do trabalho.
“O projeto incentiva a leitura na vida escolar e pessoal dos alunos, com a criação de espaços de leitura e desenvolvimento de oficinas, que estimulam a aprendizagem e fazem a diferença na vida dos estudantes”, afirmou Luana.
A coordenadora do curso de Pedagogia da Unetri destacou a importância do projeto, explicando que a Unetri faz a organização e aplicação das atividades, juntamente com a equipe gestora da escola, e a LP atua apoiando as oficinas, com relatos de experiências, a partir dos temas sugeridos pela escola, e com o apoio financeiro para o melhoramento do espações físicos e compra de novos livros para o acervo da biblioteca.
“Esta iniciativa aproxima os acadêmicos de Pedagogia do ambiente de trabalho, que é a sala de aula, e aproxima a Unetri da comunidade, através de um projeto de extensão, além de contribuir com este importante projeto de responsabilidade social da LPD”, afirmou Elizandra.

Compartilhe esta notícia: