Notícias UNETRI

Intercâmbio

UNETRI RECEBE ENCONTRO DO PROGRAMA LÍDER E DIRETOR DE AGRUPAMENTO TRANSFRONTEIRIÇO EUROPEU

Na oportunidade, teve apresentação do projeto Fronteiras Cooperativa e palestra sobre Cooperação Transfronteiriça-Eurocidades
 
A Unetri Faculdades recebeu, na tarde desta quinta-feira, 20 de setembro, de Pablo Rivera Búa, diretor executivo da AECT Eurocidades – agrupamento de cooperação territorial transfronteiriça, que envolve as cidades de Chaves, em Portugal, e Verin, na Espanha.
A entidade funciona como uma espécie de consórcio intermunicipal, mas nos moldes do desenvolvimento europeu.
Também estiveram na Unetri para o evento, um grupo representando o Programa Fronteira Cooperativas e do Programa Líder Para o Desenvolvimento Regional.
Dois momentos marcaram as atividades.
À tarde, Pablo participou de reunião com os representantes do Fronteiras Cooperativas e do Líder, e à noite, palestrou para os acadêmicos da Unetri e convidados.
 
Na reunião da tarde, o diretor acadêmico da Unetri, Jonas Grejianin Pagno, deu as boas vindas aos presentes, e explanou a eles sobra a história da Unetri, as estrutura e sua proposta em prol do desenvolvimento regional desta região de fronteira.
Na sequência, a gestora de projetos do Sebrae/PR, Maria Áurea Mulhmann, apresentou o programa Fronteiras Cooperativas e o Líder para o Desenvolvimento Regional, os objetivos, projetos já desenvolvidos, projetos em andamento e a proposta de desenvolvimento integral transfronteiriço.
A proposta envolve 12 municípios, nove brasileiros e três argentinos, da faixa de fronteira. Indo de Dionísio Cerqueira/SC a Capanema/PR, e de Bernardo de Irigoyen a Andresito, na província de Misiones, Argentina.
 
Pablo Rivera Báu citou que lá na Europa não se usa o termo “fronteira”, porque ele reporta à ‘separação, divisão, e a proposta deles é a união, independente das linhas difisórias.
 Ele explicou que o projeto de integração do território de Chaves e Verin foi criado há 10 anos, trabalhando juntos, a partir de instalações, estrutura, projetos e serviços, sem levar em conta a fronteira.
Ele veio retribuir a visita técnica que o Fronteiras Cooperativas, através do Sebrae/PR, fez a Chaves e Verin.
“A AECT Eurocidades Chaves e Verin funciona onde antes era uma Aduana, que dividia as duas cidades, e hoje o local é um escritório de gerenciamento de ações conjuntas unir a cidadania.
“Um dos exemplos que cito, é o conceito de ‘zona franca social’, através do cartão do cidadão, pelo qual os moradores de Chaves e Verim usufruem dos mesmo serviços e dos mesmo descontos nas duas cidades”, explicou.
Ele enfatizou que hoje, os cidadãos de Chaves e Verin não mora em uma cidade de Portugal ou da Espanha, eles moram em uma única cidade fronteiriça, em um contínuo populacional.
Pablo destacou que sua vinda à foi positiva, podendo mostrar como é a realidade de sua região na Europa e apreendendo com a experiência vivida aqui na trifronteira.
“É excelente essa troca de conhecimento e estou feliz por estar aqui, partilhando informações, oferecendo minha experiência e aprendendo com a gente daqui”, concluiu Pablo Rivera Báiu.

Compartilhe esta notícia: