Notícias UNETRI

Leitura

CONTAR HISTÓRIAS PARA A CRIANÇA ESTIMULA O HÁBITO DA LEITURA E A CRIATIVIDADE

Prática também estreita os laços de afeto entre pais e filhos
 
Fonte: f5.folhauol.com.br/educacao – Foto: Letícia, dois anos, adora histórias de princesas - Ronny Santos/Folhapress
Há cerca de seis meses, Letícia Lucena Monaco (foto), dois anos, ganhou prateleiras cheias de livros.
Desde então, uma de suas brincadeiras preferidas é escolher um deles e pedir para que os pais leiam para ela.
"Como instalamos as prateleiras na parte de baixo da parede, ao alcance dela, ela começou a se interessar. Agora, sempre fala: ‘Mamãe, senta aqui, conta essa história’”, diz a nutricionista Camila Lucena, 37, mãe de Letícia.
O preferido até agora é "Cinderela".
"Ela presta atenção, conta a história para as bonecas e interage. Ela fala: ‘Oi, Cinderela, não chora’. É muito bonitinho de ver", comenta a mãe.
Para educadores, além de ser um momento prazeroso, o hábito de ler para a criança promove uma série de benefícios, como o desenvolvimento da criatividade, a imaginação e a ampliação de seu vocabulário.
Segundo Elaine Cristina Gomes, professora do curso de contador de histórias do Senac, os pais podem começar a prática ainda na gestação.
"É uma forma de ambos estarem presentes. E o feto já vai reconhecendo as vozes deles, sentindo a reação da mãe à história."
Para os bebês, os pais podem usar recursos visuais, a fim de entretê-los, enquanto narram a história. Depois dos dois anos, a criança já consegue entender os enredos.
"A contação de histórias é uma prática milenar, que foi se perdendo, mas que vem sendo retomada agora. Há muitos pais e mães no curso que eu dou. É uma forma de se aproximar dos filhos, de olhar nos olhos deles, de observar as suas reações, de ver, por exemplo, o personagem que os emociona naquela trama", revela Elaine.
A nutricionista Camila Lucena lê para a filha, Letícia, dois anos - Ronny Santos/Folhapress
Outra dica da professora é, durante a leitura, provocar a imaginação da criança. "Não entregue nada pronto. Valorize o que ela pode criar, o que pode entender da história", orienta.
 
Iniciativas

Vários projetos hoje, por todo o Brasil, como o projeto “Lê no Ninho”, da Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo, propõe incentivar os pais ou responsáveis para que cultivem o hábito da leitura com as crianças.
“O objetivo principal é inserir o gosto da leitura na vida dos pequenos, porque os livros ampliam o entendimento e a interpretação que eles têm do mundo, apresentam novos assuntos e conhecimento, como um animal ou uma planta que eles não conheceriam se não fosse dessa forma”, afirma Letícia Fagiani, gerente de acervo das bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos, onde acontece o projeto.
 
Benefícios à criança
-  Estimula o hábito da leitura
-  Desenvolve a criatividade e a imaginação
-  Amplia o repertório visual e o vocabulário
-  Proporciona conhecimento
-  Auxilia no desenvolvimento cognitivo e emocional
-  Facilita a comunicação
-  Fortalece o vínculo afetivo entre pais e filhos
-  Proporciona momentos de lazer e diversão
-  Produz memória afetiva
 
Dicas para os pais
-  Deixe a vergonha de lado
-  Brinque com a voz, fazendo uma entonação diferente para cada personagem
-  Torne o momento de contar uma história inesquecível para você e para o seu filho

Compartilhe esta notícia: