Notícias UNETRI

Inovação

ARQUITETURA DE ESCOLA NA ZONA RURAL DO TOCANTINS VENCE PRÊMIO INTERNACIONAL

Unidade recebeu o prêmio de Arquitetura Educacional, da Building of the Year 2018. Intenção é que o prédio seja um resgate cultural, com técnicas de construção local, valorizando a beleza indígena.

 

Fonte: g1.globo.com/to/Tocantins – Fotos: Leonardo Finotti/Divulgação

O projeto arquitetônico de uma escola, localizada na fazenda Canuanã, na zona rural de Formoso do Araguaía, a 327 km de Palmas, recebeu o prêmio Melhor Edifício de Arquitetura Educacional, da Building of the Year 2018.

A escola é mantida pela fundação de um banco privado e atende cerca de 800 alunos, alguns moram lá.

No projeto foi feito um resgate cultural, com incentivo a técnicas de construção local, valorizando a beleza indígena e introduzindo noções de pertencimento, necessária para o desenvolvimento das crianças que são internas na escola.

O objetivo era tornar o espaço em um ambiente com valor de lar.

Por isso, a escola foi organizada em duas vilas, uma masculina e outra feminina. Os dormitórios foram transformados em 45 unidades para seis alunos cada.

A ideia de redução de alunos por quarto, era melhorar a qualidade de vida das crianças, mantendo a individualidade.

Na escola também há espaços de convívio como sala de TV, espaço para leitura, varandas, pátios, redários, entre outros.

Além de abrigar maior número de crianças, o objetivo das vilas é aumentar a autoestima das crianças.

Os arquitetos responsáveis pelo projeto são Adriana Benguela, Gustavo Utrabo.

A equipe é composta por Pedro Duschenes e Marcelo Rosenbaum.


Compartilhe esta notícia: